sexta-feira, 17 de abril de 2015

continuação Ranciere - leitura sistematizada

"Mas alguma coisa, é  verdade, mudou. Ainda ontem esses procedimentos se propunham suscitar formas de consciência e energias voltadas para um processo de emancipação. Agora elas estão ou inteiramente desconectadas desse horizonte de emancipação, ou claramente voltadas contra seu sonho." P.34


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jean-Luc_Godard

Jean-Luc Godard (Paris3 de Dezembro de 1930) é um cineasta franco-suíçoreconhecido por um cinema vanguardista e polêmico, que tomou como temas e assumiu como forma, de maneira ágil, original e quase sempre provocadora, os dilemas e perplexidades do século XX. Além disso, é também um dos principais nomes da "Nouvelle Vague".Godard foi um militante anarquista de centrismo.


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Antonio_Gramsci

Antonio Gramsci (Ales22 de janeiro de 1891 — Roma27 de abril de 1937) foi um filósofopolíticocientista políticocomunista e antifascista italiano.

"Gramsci já caracterizava a revolução soviética como revolução contra O capital, contra o livro de Marx que se tornara a Bíblia do cientificismo burguês." ..."o marxismo da denúncia das mitologias da mercadoria, das ilusões da sociedade de consumo e do império do espetáculo."P.34

"Essa sabedoria pós-marxista e pós-situacionista não se limita a apresentar uma pintura fantasmagórica de uma humanidade inteiramente enterrada debaixo dos dejetos de seu consumo frenético. Também pinta a lei da dominação como uma força que se apodera de tudo o que pretenda contestá-la. Transforma todo e qualquer protesto em espetáculo e todo espetáculo em mercadoria." "A voz do fantasma ventríloquo diz que somos duas vezes culpados, culpados por duas razões opostas: porque ainda nos apegamos aos velhos caprichos de realidade e culpa, fingindo ignorar que não há mais nada com que se sentir culpado, mas também porque, com nosso próprio consumo de mercadorias, espetáculos e protestos, contribuímos para o reinado infame da equivalência comercial." "Por um lado, portanto, há a ironia ou a melancolia de esquerda. Esta nos insta a confessar que todos os nossos desejos de subversão obedecem também à lei de mercado e que só nos comprazemos com o novo jogo disponível no mercado global, o da experimentação ilimitada de nossa própria vida. Mostra-nos absorvidos no ventre do monstro onde mesmo as nossas capacidades de prática autônoma e subversiva e as redes de interação que poderíamos utilizar contra ela servem ao novo poder da besta, o da PRODUÇÃO IMATERIAL. A besta, dizem, impõe seu império sobre os desejos e as capacidades de seus inimigos potenciais, oferecendo-lhes pelo melhor preço a mais apreciada das mercadorias, a capacidade de experimentar a vida como um solo de possibilidades infinitas. "P.35



Luc Boltanski (born 4 January 1940) is a French sociologist, Professor at the École des hautes études en sciences socialesParis, and founder of the Groupe de Sociologie Politique et Morale, known as the leading figure in the new "pragmatic" school of French sociology. His work has significantly influenced sociology, political economy and socialand economic history. He is the brother of artist Christian Boltanski.
Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Luc_Boltanski

Eve Chiapello

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pierre_Bourdieu
Pierre Félix Bourdieu (DenguinFrança1 de agosto de 1930 — Paris,França23 de janeiro de 2002) foi um sociólogo francês.
De origem campesina, filósofo de formação, foi docente na École de Sociologie du Collège de France. Desenvolveu, ao longo de sua vida, diversos trabalhos abordando a questão da dominação e é um dos autores mais lidos, em todo o mundo, nos campos da antropologia e sociologia, cuja contribuição alcança as mais variadas áreas do conhecimento humano, discutindo em sua obra temas como educaçãoculturaliteraturaartemídialingüística e política. Também escreveu muito sobre a Sociologia da Sociologia. A sociedade cabila, na Argélia, foi o palco de suas primeiras pesquisas. Seu primeiro livro, Sociologia da Argélia (1958), discute a organização social da sociedade cabila, e em particular, como o sistema colonial interferiu na sociedade cabila, em suas estruturas e desculturação. Dirigiu, por muitos anos, a revista "Actes de la recherche en sciences sociales" e presidiu o CISIA (Comitê Internacional de Apoio aos Intelectuais Argelinos), sempre se posicionado claramente contra oliberalismo e a globalização.
O mundo social, para Bourdieu, deve ser compreendido à luz de três conceitos fundamentais: campohabitus e capital.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Paolo_Virno


Paolo Virno (Nápoles1952) é um filósofo e semiólogo italiano de orientaçãomarxista. Envolvido nos movimentos sociais dos anos 1960 e anos 1970, foi preso em 1979, acusado de pertencer às Brigadas Vermelhas. Passou vários anos na prisão antes de ser finalmente absolvido, e organizou a publicaçãoLuogo Comune para dar expressão às idéias políticas desenvolvidas no período que passou encarcerado. Atualmente, é professor na Universidade de Cosenza.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Brian_Holmes

Brian Holmes is a professor of Philosophy at the European Graduate School in Saas-Fee, Switzerland, where he teaches an intensive summer seminar. He has worked with the French graphics collective Ne Pas Plier (Do Not Bend)from 1999 to 2001 and the French cartography collective Bureau d'Études.
He holds a doctorate in Romance Languages and Literatures from the University of California at Berkeley and is the author of the book Hieroglyphs of the Future. He was the English editor of publications for Documenta X, Kassel, Germany, 1997. Holmes gives lectures widely in Europe and North and South America, and is a frequent contributor to the international mailing list Nettime, the art magazines Springerin (Austria) and Brumaria(Spain), and the interdisciplinary journal Multitudes (France).
In recent years, Holmes has been co-organizing a series of seminars with the New York City–based reading group 16 Beaver Group under the title Continental Drift, working on the issues of geopolitics and geopoetics. He maintains a blog under the same name, with the subtitle "the other side of neoliberal globalization".